Didi foi expulso injustamente

Na primeira partida das semifinais da Série Ouro, revivendo a final do ano passado, o XV de Novembro recebeu ao União Guaraituba no Estádio do Atuba neste sábado 10/11, e empatou pelo placar de 2 x 2.

Apesar das dificuldades que eram esperadas, o XV de Novembro partiu desde logo para cima do adversário, dominando amplamente as ações. Estabelecendo várias trocas de passe , não demorou para o XV de Novembro chegar à abertura do placar. O meia Marcelinho, o “Amendoim” que vinha realizado boas jogas pelo lado esquerdo, por volta dos 15 minutos, driblou e bateu de fora da área para abrir o placar. Na mesma toada o XV passou a sufocar o União Guaraituba que pouco chegava à frente e aos 21 minutos, num bate rebate, a bola foi ajeitada e o zagueiro estreante Du ficou de frente com o goleiro e cabeceou para as redes. O XV ainda teve chance de fazer um terceiro gol, Mas não teve êxito. O União tentava apenas em bolas paradas e alçadas. Numa cobrança de escanteio veio o gol do União. A zaga do XV não cortou e o zagueiro Gambá diminuiu o placar, que permaneceu assim até o final a primeira etapa.

No tempo final, o jogo permanecia com o domínio do XV que por muito pouco não fez o segundo gol com Fábio que entrou pela meia esquerda e fuzilou para a defesa do goleiro do União. Da mesma forma Gigante por pouco não fez o terceiro. O time da Porteira tentava e rápidas estocadas com o avante Marciano, mas não levava perigo à meta de Eron. Mas por volta dos 15 minutos, apareceu a interferência decisiva da arbitragem. O atacante Marciano escapou pela esquerda e quando o zagueiro Du chegava para cortar o mesmo se atirou ao solo e para a surpresa de todos a penalidade máxima foi marcada. O União empatou a partida. O XV perdeu o centro avante Fábio com distensão e tentou manter e posse de bola, mas não conseguia criar grandes oportunidades de finalização. Houveram várias paralizações e a arbitragem foi conivente com a “cera” praticada pelo adversário. Absurdamente deu apenas três minutos de acréscimo. Pra piorar, o árbitro acabou expulsando o meia Didi de forma ridícula. Didi foi agredido pelo zagueiro Gambá e sequer reagiu. O árbitro expulsou os dois ao final da partida. Não houve tempo para mais nada.

O XV de Novembro jogou com: Eron; Zé do Brinco, Du, Luciano e Xuxinha (Xuxu); Murilo(Elton) Orley e Didi; Gigante (Iaia), Fábio(Alan Diego) e Marcelinho.

No domingo, 18/11 às 16 horas, o XV de Novembro terá que vencer ao União Guaraituba no Estádio da Porteira por qualquer placar para chegar à final da Série Ouro. Um novo empate leva a decisão para as penalidades.

Na outra semifinal, ANA TERRA e ROÇA GRANDE empataram em 0 x 0.

Deixe uma resposta