“MÃOS DE OURO”

0
143

“Todo grande time começa com um grande goleiro”. No XV, todo grande time começa com grandes goleiros e um grande treinador de goleiros. Na conquista do tricampeonato, o XV de Novembro teve três goleiros: Roger, Jack e Eron, treinados, aquecidos e orientados por Danilo Furlan.

Danilo Furlan, já esteve no XV de Novembro em 2017 e saiu frustrado como todos, pela perda do título com uma única derrota. Danilo sonhava ser campeão da Liga, mas os deuses do futebol assim não entenderam. Neste ano Danilo voltou disposto a conquistar o título. Cara sério, de grande relacionamento, Danilo finalmente pode dar o grito de campeão e participar ativamente no aquecimento e preparação dos goleiros.

O jovem goleiro Roger, veio do vizinho município de Campina Grande do Sul. Roger já houvera estado no XV de Novembro em 2014, quando participou da decisão do campeonato de juniores da Série Ouro, quando o alvi negro perdeu o título da categoria para o Nacional, nas penalidades máximas. Roger voltou em 2018 para ser campeão da Série Ouro.

O experiente goleiro Jack era um velho conhecido do XV de Novembro, desde os tempos em que o mesmo atuou no juniores do Rio Branco de Paranaguá. Depois, teve algumas passagens pelo XV de Novembro. Na de 2008, Jack esteve presente no campeonato da Série Ouro em que o alvi negro perdeu um título estranho para o Ana Terra, numa final em que sequer havia arbitragem e foi apresentado um a contragosto, que prejudicou sobremaneira ao XV de Novembro, que perdeu a decisão num campeonato de diversas polêmicas. Depois Jack participou da temerária campanha de 2011, num ano de grandes dificuldades, em que o XV de Novembro teve que lutar até a última rodada para não ser rebaixado à Série Prata e não foi.

Voltando a sonhar com título, Jack voltou em 2018, mas acabou se contundindo antes do início do certame, mas recuperado, voltou na fase decisiva para participar ativamente da campanha do tricampeonato, com sua experiência e sua motivação. Jack sente-se de alma lavada.

O campeonsíssimo goleiro Eron, sem dúvida alguma, é o melhor goleiro de Colombo e região. Nascido e criado nas cercanias do Estádio do Atuba, o arqueiro já havia atuado em juniores do alvi negro, mas veio forte para o campeonato de 2013. O XV perdeu um título absurdo para o Bandeirantes, que ninguém gosta de lembrar. Eron voltou ao XV de Novembro  em 20XV, para ser o arqueiro do inédito e antológico título do alvi negro. Em 2017, Eron foi um dos responsáveis diretos pelo XV de Novembro não ter sido campeão. Mas em 2018, mais uma vez o goleiro veio para ser campeão no time do seu bairro. Eron é via de regra o goleiro menos vazado de toda competição que joga e este ano não foi diferente. Com Eron no gol, “entreguem as taças.”

COMPARTILHAR
Artigo anteriorXVZÃO TRICAMPEAO!!
Próximo artigoTRI – AMIGOS-IRMÃOS

Deixe uma resposta