Escudos

O escudo, também chamado de distintivo, emblema ou brasão, é uma das maiores marcas da associação. O escudo é a identidade do clube. O XV de Novembro ao longo dos anos teve apenas um escudo rascunhado quando da sua fundação, até que veio aquele de formato definitivo, que ao longo dos anos obteve apenas alguns aperfeiçoamentos em seus traços, mantendo-se a idéia original criada em 1981.

HISTÓRIA DOS ESCUDOS

1979, ano da fundação do XV de Novembro. O escudo apresentado propriamente nunca chegou a existir verdadeiramente. Existiu apenas um rascunho do que poderia ser um escudo. Conforme a história, até a fundação efetiva, o grupo de fundadores era chamado de “A Turma da Quinze”. E foi rascunhado o numeral “15” e numa faixa abaixo do escudo redondo, foi grafado “EC XV DE NOVEMBRO” . Esta é a história da existência do algarismo arábico “15” no escudo definitivo. “15” foi para preservar a idéia inicial  d’A Turma da Quinze” . Este escudo porém, jamais chegou a ser inserido em nenhum fardamento do XV de Novembro. O numeral “15”, esteve presente num desfile de abertura da Copa Dreher de Futebol Amador, em 1981 e posteriormente foi inserido no escudo de formato definitivo. 

 

1981, foi o ano da estréia da primeira competição do XV de Novembro: A Copa Dreher de Futebol Amador. Também foi o ano em que o XV de Novembro adquiriu seus primeiros uniformes. Até então, o alvi negro atuava com camisas emprestadas, por dois anos. Quando então foi adquirido o primeiro fardamento para as disputas da Copa Dreher, os atuais conselheiros vitalícios Celso Cordeiro e Paulo Cesar Alexandre, desenharam o escudo que mantém as formas originais até hoje.

 

O escudo possui um formato irregular, com cinco(5) listras pretas internas e seis(6) listras internas brancas na segunda metade do escudo. A inscrição EC XV DE NOVEMBRO é aposta em forma diagonal  e sobre ela, na parte superior branca do escudo a inscrição do ano “1979”, o numeral “15” que é uma referência ao grupo “A Turma da Quinze”, como explicado  e a inscrição “PARANÁ”.

 

1986, foi criado o lema “A Força da Amizade”. E como surgiu? O atual conselheiro vitalício Sebastião Afonso dos Santos, o Bidon, estava revendendo bolsas para transporte de material esportivo individual. Ao inserir o escudo nas bolsas, apôs nelas uma frase de efeito: “A força da amizade”, pois este era o espírito que norteava a existência do alvi negro. O lema foi oficializado quando foi elaborado o primeiro estatuto do XV de Novembro e devidamente registrado. Com isto, o escudo acabou involuntariamente ganhando uma modificação na distribuição das cores internas, quando foi grafado EC XV DE NOVEMBRO em preto, quando no escudo original era branco. E sobre o escudo foi grafado “A força da amizade” e erroneamente, abaixo do escudo foi inserido “Curitiba – PR”. Na verdade os erros foram efetivados por quem produziu a camisa em serigrafia, que usou a mesma tela das bolsas e adicionou Curitiba. Camisas com este escudo foram utilizadas por um(1) ano, até porque, um eventual conserto, implicaria em perda do material.

 

A partir de 1998, com a reforma estatutária,  foi aposto sobre o escudo, uma estrela amarela, representativa da conquista pelo XV de Novembro,  do primeiro título estadual da história do esporte amador de Colombo, qual seja  o de campeão estadual da Taça Paraná de Juniores, em 1992.

 2007, embora sem nada ser oficializado, mas igualmente por erro de composição de material, o alvi negro promoveu a estréia de uma inédita camisa preta, como uniforme número “3”. Por ser inteiramente preta e por conta da qualidade duvidosa de quem promoveu a elaboração das camisas, o escudo foi chapado sobre o uniforme preto e sem os cuidados necessários, acabou ficando com as cores invertidas, ou seja, onde era branco ficou preto e onde era preto ficou branco. Este escudo foi composto apenas para a terceira camisa.

 

2008, o escudo permaneceu inalterado, mas foi realinhado reestilizado de maneira que se apresentasse nas mídias sociais com um maior destaque. À ele foi atribuído um fundo preto e um brilho, tornando-o muito mais elegante na apresentação.

 

Em 2009, o XV de Novembro completou 30 anos de existência. E para marcar o acontecimento, o presidente Raimundo Katinha promoveu para fins comemorativos a substituição nos uniformes da cor branca pela cor dourada. Com isto, o escudo ganhou durante o ano de 2009, igualmente a cor dourada, que no entanto entrou no lugar dos detalhes pretos e o preto substituiu os detalhes brancos.  

ATUALIZAÇÃO DO ESCUDO

Para 2019, o escudo do XV de Novembro sofreu uma atualização. Sem mudar suas formas originais, o escudo recebeu uma atualização, visando dar representatividade à algumas das recentes conquistas. Para isto, a antiga estrela amarela, que era representativa da conquista da Taça Paraná de Juniores de 1992, passará a ser destacada em vermelho e ganha a companhia de três outras estrelas douradas, que representam o tricampeonato da Série Ouro da Liga de Colombo.

Outra novidade, é que o escudo terá a apresentação em duas formas para melhor destaque nas mídias sociais e impressos. Um deles mantém o fundo preto com o escudo brilhante e o outro terá apresentação em fundo branco.

Para se chegar ao escudo atual, a diretoria formou uma comissão de 19 ícones da história do XV de Novembro, entre dirigentes, conselheiros, torcedores ilustres, atletas, ex-atletas que escolheram, votaram e aprovaram os modelos abaixo, que foram devidamente homologados.

 

LOGOMARCAS 

Em 2009, o XV de Novembro completou 30 anos e em homenagem naquele ano, o clube alterou o padrão de cores de seu escudo. Nas partes brancas foi colocada a cor “preta” e onde era “preto”, foi colocada a cor “dourada”.

A partir de 2014, o XV de Novembro passou a criar sistematicamente logomarcas para cada ano, para fins mercadológicos. As logomarcas são via de regra homenagens e representações.

Em 2014, a logomarca homenageou os 35 anos do clube.

Em 2015, o clube resolveu aproveitar o ano e substituiu na logo o numeral arábico “15”, pelo numeral romano “XV”, que foi considerada umas melhores idéias já criadas.

Em 2016, o clube objetivava vencer o campeonato da Liga pela segunda vez consecutiva e traçou planos para isto. Criou uma logomarca com o escudo e o numeral “16”, que ficaram sensacionais. E deu certo. O clube foi bicampeão da Liga.

Para 2017, a logomarca homenageou os 25 anos da conquista da Taça Paraná de Juniores ocorrida em 1992. Criou-se um escudo especial na logomarca.

Em 2018, o XV de Novembro bateria seu próprio recorde de 30 participações consecutivas na Série Ouro da Liga de Colombo. Único clube a jamais se licenciar, jamais ser rebaixado e único a disputar 30 edições consecutivas da 1a. Divisão Colombense, um recorde que dificilmente será quebrado tão cedo. A logomarca vem em dourado, e sobre as barras de ouro, sobrevêm a inscrição “30 OUROS”.