No sábado, 08/06/2019, no Estádio Francisco Muraro em Curitiba, o XV de Novembro,  já classificado para as semifinais da Taça Paraná, precisava vencer ao Trieste para garantir a melhor campanha da competição ou ao menos empatar para garantir a liderança do grupo B. Porém acabou derrotado por 3 x 1, depois de ter vencido primeiro tempo por 1 x 0.

No primeiro tempo, o  XV de Novembro mais fechado em seu campo de defesa, deixou à frente os atacante Rodolfo e Marcelinho, para se aproveitar de possíveis contra-ataques. O Trieste forçava o jogo pela direita, mas sem muito perigo. A primeira oportunidade de abrir o placar foi dos donos da casa, com Lino aos 10′, em cobrança de falta. No lance o camisa seis mandou uma bola venenosa que carimbou o travessão.

O XV de Novembro, bem postado em campo, explorava a ansiedade do Trieste, roubava a bola e saia em rápidos contra ataques, tendo uma sequência de três chances de abrir o placar. As duas primeiras com Marcelinho, ambos os lances bastante parecidos. Recebeu sozinho no ataque, avançou em velocidade e driblou o marcador, mas só pecou na finalização que parou no goleiro Juninho. Contudo, embalados pelas investidas, conseguiram quebrar a defesa do rival e abrir o placar. Na jogada que deu origem ao lance, aos 45 minutos, o lateral Tedeschi avançou pela direita e fez uma grande jogada, driblando os seus marcadores e tocando para Juninho que estava sem marcação na entrada da área, recebeu rasteiro e de frente para o gol bateu de chapa para abrir o placar. Justiça no placar, pelo melhor futebol do XV de Novembro.

Na volta dos vestiários, uma pressão total do Trieste que indo atrás do gol de empate, teve logo de cara duas ótimas chances de igualar o marcador, mas desperdiçou. A melhor foi com Thiaguinho que em grande jogada individual driblou Dionatan e mandou por cima do gol. O time triestino foi para cima, e assim como na etapa inicial apertou nas jogadas. Isso se deu com Marcelo Andrade que chegou de surpresa vindo de trás e cabeceou mandando no travessão. Arriscando de todas os lados o tricolor conseguiu seu gol com Willian, depois do goleiro Neto fazer boa defesa, acabou dando à sobra, o camisa 9 em boa posição precisou apenas mandar para as redes para empatar para o tricolor.

O técnico Gabriel Pereira fez algumas mudanças no ataque  alvinegro, colocando Marciano para ganhar fôlego novo. O Trieste também ganhou mais rapidez com a entrada de Thiaguinho. Numa sequência, o camisa 9 Marcelo, recuperou uma bola e com rara felicidade, passou no meio de dois adversários e chutou para fazer a virada para o tricolor da colônia, o seu segundo gol no jogo.

A sequência da partida se deu com muito toque de bola, coisa que faltou no primeiro tempo. Ambas as equipes trabalhavam com mais calma as jogadas. O XV, perdendo o jogo equilibrou a partida e teve grande chance de empatar com Rodolfo, que acabou cabeceando por cima da trave do Trieste. O alvi negro tentativa pressionar, mas num erro de marcação no meio campo, o jogador Thiaguinho, roubou a bola fez grande jogada em extraordinária velocidade e anotou o terceiro gol para o Trieste. O XV apostou todas suas fichas nas substituições, mas ainda assim não conseguiu reverter o placar que terminou com a vitória do Trieste pelo placar de 3 a 1.

Com a derrota o XV de Novembro fica em segundo lugar no seu grupo e enfrentará nas semifinais ao atual campeão da Taça Paraná, o Iguaçu, também de Santa Felicidade, em duas partidas, para se saber quem irá à final da competição.

Na outra semifinal, o Trieste enfrentará ao Palmeiras de Ponta Grossa.

Nos outros jogos, pelo grupo A, ocorreram os seguintes resultados:

NOVA GERAÇÃO 2 X 6 IGUAÇU

PALMEIRAS 7 X 0 ARAGUARI

PRÓXIMA PARTIDA: Na semifinal a equipe do XV de Novembro enfrenta o Iguaçu. Já o Trieste aguarda o seu adversário entre Palmeiras e Nova Geração.

TRIESTE:  Juninho; Repolho (Thiaguinho), Jair, Leleo e  Lino; Gilton, Marquinho Lima, Hideo e Marcelo Soares (Feijão); Marcelo Andrade (Baloy) e Willian Kieslowski. Tec. Ivo Petry

XV DE NOVEMBRO:  Neto; Tedeschi, Du, Márcio e Dionathan (Xuxu); Brunão, Juninho (Gigante), Willian (Didi) e Zé Nunes(Elton); Marcelinho (Marcelo Mota)e Rodolfo (Marciano). Tec. Gabriel Pereira

GOLS: Juninho aos 45′ do 1º tempo (XV) Willian aos 9′ e 20′ do 2° tempo e Thiaguinho aos 40′ do 2° tempo (Trieste)

ÁRBITRO: Danilo Simão Lagroteria Oliveira Faria

ASSISTENTES: Wesley Waldir Marmitt e Alessandro Antonio Gonçalves

LOCAL: Estádio Francisco Muraro, em Curitiba

Baseado na cobertura de Larissa Turko

Site: https://www.doricoaopobre.com.br/2019/06/taca-pr-trieste-vence-xv-de-novembro-e.html?fbclid=IwAR3FY7v_XPFOrFFfA3N_Z340XtDPUOq3vVNlZhZp3nz8ICD7BxLaIi9O7Bg

Deixe uma resposta