DEU BRANCO!!

0
79

O XV de Novembro não foi feliz na partida de ida das semifinais da Taça Paraná, foi surpreendido pelo Iguaçu, atual campeão e acabou sendo derrotado sábado, 15/06, no Estádio do Rio Verde, pelo placar de 3 x 0. Jogando muito mal no segundo tempo, “deu um branco” na equipe, sempre coesa e o alvi negro de Colombo teve complicado o seu sonho de chegar à final da competição, pois precisará reverter o resultado no próximo sábado, 22/06, em Santa Felicidade, Curitiba – PR.

A partida teve um primeiro tempo disputado palmo-a-palmo, pelas duas equipes, que cobrindo todos os espaços, acabavam errando muitos passes. Ainda nos primeiros minutos, o XV de Novembro teve uma oportunidade de ouro para abrir o placar, quando numa jogada rápida, por milímetros o ala Dionathan não abriu o placar, pois a bola passou dentro da área pequena, com o arqueiro vencido. Dionathan, na alcançou a bola, que caprichosamente passou rente a trave do Iguaçu.

O Iguaçu teve uma boa oportunidade com a bola parada. Roney bateu a falta com força e mandou por cima do gol do XV.

O Iguaçu pressionava a saída de bola, com diversos lançamentos. Em uma boa jogada coletiva, a equipe conseguiu se infiltrar na área, o goleiro Eron saiu atrasado no lance e na dividida cometeu a penalidade máxima. Na cobrança, o capitão Emerson, que já atuou no XV, bateu para fora.

Quase que na sequência, o XV teria chance de marcar o seu, depois de falta na entrada da área. Marcelinho desperdiçou mandando a batida para fora. Como a bola não chegava na área, o jeito era arriscar de longe, foi assim que Caio mandou de longe na direção do gol. A bola fez uma curva e acertou a rede pelo lado de fora, raspando a trave do Iguaçu, não tendo entrado por muito pouco.

Com pouca criação, as equipes alternavam na movimentação e intensidade dentro da partida. Quase no final do primeiro tempo, Marcelinho fez grande jogada e serviu Tedeschi na marca do pênalti. O lateral do XV pegou mal na bola e perdeu uma extraordinária chance de abrir o placar. A partida ficou mesmo no 0 a 0 no primeiro tempo.

Na etapa final, a única mudança foi no XV de Novembro com a saída de Tedeschi e entrada de Wiliam. A equipe buscava ganhar mais poder de fogo no ataque. O Iguaçu viu uma brecha na equipe adversária, passou a rondar a área, e conseguiu seu gol aos 17′. Diego apareceu na jogada sem marcação e no rebote de Eron, meio sem jeito, fez 1 x 0 para o Iguaçu.

Depois do gol, o Iguaçu, aproveitando-se de seu melhor preparo físico, passou a ter o controle do jogo. O alvinegro atubense tentava, martelava, mas parava na boa marcação do rival e teve duas oportunidades mas de longa distância.

Num lance lateral, aos 30 minutos, a bola foi alçada na área e o jogador Roney subiu mais alto que a defesa do XV e de cabeça mandou no canto oposto de Eron, fazendo 2 x 0. O XV se desestabilizou com o segundo gol e tentou se ajustar, mas não conseguia se acertar. Num erro de marcação a bola sobrou para Felipe Caron, que ajeitou e fez 3 x 0, aos 41 minutos do segundo tempo. Não houve tempo para mais nada.

XV DE NOVEMBRO:  Eron; Tedeschi (Willian), Du (Zé do Brinco), Márcio e Dionathan; Bruno, Juninho, Cainho e Zé Nunes;Rodolfo (Marciano) e Marcelinho (Didi). Tec. Gabriel Pereira

IGUAÇU: Rodrigo; Passarinho (Neto), Douglão, Emerson, Aderaldo (Felipe Caron) e Victor Tilly; Nilvano,  Baroni (Bruninho) e  Roney (Diego Bianchini); Magu (Marquinho) e Diego (Alex Pinhais). Tec. Luisinho Netto

ÁRBITRO: José Mendonça da Silva Junior.

ASSISTENTES: Daniel Cotrim de Carvalho e João Cleber Ceccatto Wagner

Equilibrio no primeiro tempo
Jogo pegado
XV tentou muito, mas não foi feliz
Uma boa chance do XV, não convertida
Iguaçu levou a melhor
Tedeschi lutou muito
Tedeschi teve que ser substituído
Zagueiro Emerson, bateu a penalidade máxima pra fora.

Deixe uma resposta